NOTÍCIAS

Ex-soldado ganha aval para disputar torneio feminino de basquete 

Ela voltou a jogar basquete anos depois de sua mudança de sexo, o que hoje tem gerado muita polêmica nos EUA.

Gabrielle Ludwig nasceu na Alemanha – chamava-se Robert, mas vivia infeliz por nunca sentir-se bem com o seu corpo. Ao longo de sua vida, ela jogou basquete universitário, entrou para a marinha e serviu os Estados Unidos na Guerra do Golfo. Também tornou-se analista de sistemas e teve três filhas em dois casamentos.

Hoje, o ex-soldado gera polêmica na liga feminina de basquete dos EUA. Trinta anos após sua mudança de sexo, Gabrielle quis voltar a jogar basquete. A transexual conseguiu um aval na justiça para disputar a competição pelo Mission College (Califórnia).

Reclamações e atitudes preconceituosas são constantes devido ao fato de Gabrielle ter consigo uma vaga na equipe e competir com garotas entre 18 e 22 anos. Times adversários e parentes de outras atletas questionam as vantagens que a trans tem por ser mais alta e mais forte que as demais e se incomodam com a presença dela na competição.

 “Parem de falar besteira e vejam ela jogar”, disse Felicia Anderson, companheira de clube de Gabrielle. Estamos em 2012, a vida não é como era em 1920, o mundo mudou”.

_______________________________________________________

Imagens: Reprodução

Como tratar uma boneca: 10 dicas para T-Lovers iniciantes

Hoje em dia, muito se comenta sobre os T-Lovers, termo que designa os homens que gostam de travestis e transexuais.

LEIA MAIS

Dicas para sair em segurança e curtir com uma t-girl

Dicas importantes para sair em segurança com uma T-girl e curtir sem dor de cabeça

LEIA MAIS

Passivos com travestis: uma soma de prazer

Fabrício M., 22 anos, e Sergio L., 24 anos (nomes fictícios), têm duas coisas em comum: ambos são fascinados por travestis – e, quando transam com uma, gostam mesmo é de ser passivos.

LEIA MAIS

Operadas

No lugar do pênis, surge uma neovagina - e aí? O que muda nas vidas delas?

LEIA MAIS

Muito sexo alarga o ânus?

Três vezes por dia e muito tesão: transar demais causa problema "lá"?

LEIA MAIS

Copyright © 2013 - TranSites - Termos legais. É proibida a reprodução do conteúdo deste website em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização da TranSites.